Como tratar a rinite alérgica?

By

Conhecida popularmente como “alergia nasal”, a Rinite alérgica é uma reação imunológica do corpo à partículas inaladas que são consideradas estranhas. Apesar de assemelhar-se a um estado gripal, a rinite tem mecanismos e causas diferentes. O resfriado e a gripe são causados por vírus, já a rinite alérgica é uma inflamação do revestimento interno do nariz. Afinal, como tratar esse problema?

 

Essa doença tem cura?

Por enquanto, a rinite alérgica não tem cura, mas algumas medidas, cuidados com a higiene ambiental, uso de medicamentos e aplicação de vacinas antialérgicas, ajudam a prevenir e a controlar as crises.

 

Tratamentos

Anti-histamínicos

Um dos tratamentos mais comuns para a rinite são os anti-histamínicos, que melhoram os sintomas. Os vasoconstritores locais (à base de xilometazolina) também tratam eficazmente os sintomas da rinite. São utilizados sob a forma de sprays quando o nariz está entupido.

 

Imunoterapia

Chamada também de vacina, a imunoterapia é um tratamento que visa dessensibilizar o paciente aos alérgenos. Consiste na injeção de pequenas doses do alérgeno para acostumar o organismo, diminuindo a resposta à sua exposição. A imunoterapia atualmente só existe para os alérgenos mais comuns, como pólen, ácaros, pelo de animais, etc. O tratamento dura alguns anos e não deve ser interrompido sob o risco da perda de eficácia.

 

Corticoides nasais

Normalmente são o tratamento mais eficaz para a Rinite Alérgica e funcionam muito bem quando utilizados na sua prevenção, ou seja, podem ser usados fora das crises. As opções são: fluticasona, mometasona, budesonida, flunisolida, triancinolona e beclometasona.

 

Tratamento natural

O tratamento natural para rinite pode ser feito através de cuidados com a higiene das narinas várias vezes ao dia, com solução salina ou soro fisiológico, a fim de remover o muco do nariz. Pode-se também tomar suco de abacaxi com maçã e mel duas vezes ao dia, fazer banho de vapor com chá de eucalipto e sal toda noite antes de dormir e fazer inalações com própolis em spray.

 

Prevenindo crises

Quanto à sua alimentação, deve também evitar alguns alimentos que contenham muita histamina (substância química libertada que causa os sintomas da rinite alérgica), principalmente em alturas de crise de Rinite Alérgica. Esses alimentos a evitar são:

 

Peixe cru ou em conserva;

Mariscos;

Queijo curado;

Carnes e peixes curados e defumados.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0