Do que trata o médico ocupacional?

By

Já ouviu falar em exame admissional e demissional? Se você já trabalhou como CLT em uma empresa já passou por esses processos, o admissional é realizado quando o funcionário é contratado e o demissional quando está de saída da empresa, em ambos o médico avalia as condições físicas, como frequência cardíaca, pressão arterial e o psicológico do funcionário.

 

Medicina Ocupacional é o mesmo que medicina do trabalho. A principal preocupação desse ramo da saúde é a qualidade de vida e segurança do trabalhador. Sua origem está ligado com o avanço dos Direitos Humanos, que exigiam condições dignas de trabalho.

 

Entre as principais funções da medicina ocupacional, estão a conservação da higiene do local de trabalho, através de fiscalização e acompanhamento da condição física e mental dos funcionários de uma empresa. Quem avalia, atende e cuida dos detalhes da saúde ocupacional são profissionais como médicos, enfermeiros e auxiliares ou técnicos em enfermagem.

 

A organização de uma empresa em torno da saúde do empregado é uma obrigação do empregador, mas é também uma maneira de fortalecer o negócio, porque os funcionários trabalham com mais segurança, melhorando as relações humanas e aumentando a produtividade.

 

Sendo assim, o objetivo da medicina do trabalho, em primeiro lugar, é prevenir acidentes e doenças ocupacionais, mas também assume um compromisso com a qualidade de vida e a manutenção da saúde dos trabalhadores, de modo que o exercício da atividade não represente prejuízos para a saúde física e mental dos colaboradores.

 

Com todas essas funções, o profissional da área da Medicina Ocupacional deve ter excelente formação em Clínica Médica, além do conhecimento específico das áreas da saúde pública e suas aplicações no ambiente de trabalho, levando em conta aspectos regionais, sociais, interpessoais e tecnológicos, a fim de prestar o melhor atendimento à empresa e aos colaboradores.

 

No caso do médico do trabalho, ele tem que saber ouvir e compreender os sintomas relatados pelo trabalhador que está sendo examinado. Quando afastado por doença, este deve ser acompanhado pelo médico da empresa. Ao retornar ao emprego, ele tem de receber todas as orientações do médico e, se for o caso, ser conduzido à reabilitação ou mudança de função.

 

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like