Você conhece a dermatite atópica?

By

A dermatite atópica (DA) é uma doença cutânea inflamatória crônica, de origem multifatorial, que ocorre com maior frequência em crianças, mas também afeta muitos adultos. Saiba mais sobre esse problema comum, que atrapalha a vida de muitas pessoas. Confira!

 

A causa não é apenas alérgica

Inicialmente imaginava-se que a condição era uma espécie de alergia da pele relacionada a rinite alérgica, asma e alergia alimentar. Isso porque essa doença deixa a pele mais suscetível aos estresses causados por substâncias irritantes. Entretanto, estudos recentes comprovam que ela pode surgir por um defeito genético em uma proteína da pele, além de existir um fator hereditário.

 

Sintomas

Esta reação pode acontecer a qualquer momento, mas também pode ser desencadeada por alergia a um alimento, poeira, fungos, calor, suor ou como resposta a estresse, ansiedade e irritabilidade. Os sintomas mais comuns são:

 

  • Inchaço na pele
  • Vermelhidão
  • Coceira
  • Descamação da pele
  • Formação de pequenas bolinhas

 

Diagnóstico

Não há exames laboratoriais ou histológicos para DA, logo, o diagnóstico é exclusivamente clínico e baseia-se em características históricas, morfologia e distribuição de lesões cutâneas, além de sinais clínicos associados.

 

Ocasionalmente, biópsia da pele ou outros testes (como IgE sérica, preparação de hidróxido de potássio, teste de contato e/ou teste genético) podem ser úteis para descartar outras condições de pele associadas.

 

Esse tipo de doença existe cura?

A dermatite atópica, como a maior parte das doenças alérgicas, não tem cura, porém existe a possibilidade de desaparecer com a idade. Com tratamento, seus sintomas podem ser controlados.

 

Em cada paciente existe um ou mais fatores que desencadeiam as crises e, quando o indivíduo entra em contato com o agente causador do seu quadro, a doença se manifesta.

 

Podem ser necessários medicamentos em comprimido, como anti-alérgicos ou corticóides, prescritos pelo dermatologista, para diminuir as crises de coceira e inflamações graves.

 

Caso não faça o tratamento, pode piorar

Estas lesões podem, frequentemente, aparecer em períodos de surto e desaparecer quando a reação alérgica melhora. Entretanto, quando as lesões não são tratadas ou permanecem por muito tempo na pele, passando para a forma crônica, podem passar a ter uma coloração mais escurecida e parecer uma crosta, situação chamada de liquenificação.

 

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0